jueves, 1 de diciembre de 2016

Bode Preto (Brazil)





T: Saludos Josh a que se debe el cambio de nombre de Soturnus Skullcrusher a Bode Preto?

Josh: Saudações TchorT, a mudança se deu pois existe uma banda no Brasil chamada Soturnus o que estava gerando confusão, e preferimos o nome em português.

T: Con Soturnus Skullcrusher producieron un DVD “ Verminoso” de un gran sonido y calidad del concierto en DVD. Que nos puedes contar de ese DVD?

Josh: Esse foi nossa segunda apresentação, e como os caras que tocavam na banda trabalhavam naquele teatro resolvemos fazer pra gente observar a banda. Temos amigos que trabalham facilmente com câmeras e edição, tudo foi feito na camaradagem. É um registro do nascimento da banda.

T: Que recuerdos te dejo como banda Soturnus Skullcrusher?

Josh: Pra mim na verdade é a mesma coisa, continua a mesma banda. mesmo com mudanças de integrantes. O Pablo que tocava baixo já não está na banda. O Júnior que era baterista agora está tocando baixo e estamos nos preparando para primeiros shows com a nova formação, com Adelson Souza na bateria.

T: Deciden cambiar de nombre a Bode Preto y producen un Ep. CD “Dark Nigth” con una cierta cantidad de copias que logro un gran reconocimiento en el Underground Death Metal Brasileño, Que piensas de esto?

Josh: Eu acho que o “Dark Night” foi uma amostra embrionária das idéias e sonoridade da banda, muita gente escutou e procura esse material. Isso me deixou mais confiante para compor e gravar o debut.

T: Nos pueden contar más acerca de estos 4 furiosos temas de brutal death metal que trae el Ep. CD “Dark Night”.

Josh: Sweet Fever fala do derretimento completo que se pode obter no orgasmo pleno e como a falta disso traz tensões e distanciamento entre pessoas, tanto interno em distúrbios psíquicos e físicos como esquizofrenia, psicose e neurose, quanto externo como guerras e muros. Verminoso já trata da inversão que falamos no Inverted Blood, de sentirmos algo em nossas vísceras que nos é estranho à nossa natureza. Golden Darkness e The Realm of Satan são letras de um parceiro antigo desde a época que tocava no Monasterium (Alex Coimbra) tratam da pessoa ordinária que acha estar fazendo o bem e na verdade apenas contribui para a manutenção de um sistema competitivo de anti vida baseado no lucro monetário e sobretudo do ego.

T: Que bandas influyen en la banda para hacer la música y temas en las letras?

Josh: Na música posso citar BEHERIT, SARCÓFAGO, TERVEET KADET, WEHRMATCH, POSSESSED, AGATHOCLES, VON, MYSTIFIER, GENOCÍDIO... Nas letras gosto bastante daquelas que o Geezer Butler escreveu pro Black Sabbath, mas poucas são as influências de bandas, estão mais ligadas à tentativa de entender melhor nossa posição como parte de uma conjugação superior e inferior, isso tem a ver com o que está acima do nosso entendimento racional e nos resta misterioso. Também o que está oculto, mas ao mesmo tempo óbvio, nas relacões humanas. No Inverted Blood há letras como Black Mirror que trazem imagens de sonhos, tentando trasnpor isso pra música.

T: Como le va a Bode Preto actualmente en los conciertos? Quizás tocan temas de su antigua banda Soturnus Skullcrusher o temas nuevos de Bode Preto?

Josh: Atualmente estamos ensaiando pra fazer shows com a formação que falei acima, do SS ficaram as músicas que gravamos no “Dark Night”, o restante foi feito depois, mas como falei antes é a mesma banda.

T: Bode Preto está trabajando en material nuevo, nuevas canciones, algún adelanto de lo que se viene? Como el CD. “Inverted Blood”

Josh: Gravamos 9 músicas para o debut que está disponível para audição no nosso site oficial www.bodepreto.com. Para essa gravação o Adelson (baterista) viajou do Rio de Janeiro para Teresina (onde moro), o que é praticamente 3.000km. Passou uma semana na minha casa, onde tenho um home studio, e com esse material gravei o restante sozinho. Na verdade do home studio sobrou pouca coisa, pois vendi muitos equipamentos, inclusive a bateria para fazer essa produção. No álbum temos uma participação especialíssima do poderoso Fábio Jhasko (Sarcófago - The Laws of Scourge/Crush Kill Destroy era), ele gravou 3 solos de guitarra em São Paulo, onde ele mora.

T: Que representa la portada de su nuevo CD. “Inverted Blood”?

Josh: É um detalhe de uma pintura do artista Gustave Doré chamada 'Enigma', estava buscando imagens e quando bati o olho naquela já concebi a arte da capa. Inverted Blood não é um álbum conceitual, mas trata de assuntos que se complementam, basicamente sobre a inversão da vida. Não é a morte, esta é apenas uma parte da vida, a inversão é a anti vida, a repressão de nossa forma ancestral de perpertuar nossa natureza, nossa 'bestialidade' sexual que é comprimida pela 'superioridade' moral. Inversão que vem de dentro, somos virados do avesso desde dentro do útero de nossas mães, recebendo condicionamentos estranhos à vida viva. Eu não vejo necessidade de fazer uma explicação sobre o que vi nessa capa em relação ao trabalho em geral, cada pessoa tem uma interpretacão particular de tudo que tem acesso e não gostaria de limitar à minha, mas certamente nessa pintura está o que poderíamos ser como ser humano, a observação imparcial e a inversão de valores que causam guerras e merdas afins. Somos de uma cultura latina que cultua a beleza, e por algum tipo de sincronia a capa do Dark Night também é um detalhe de outra obra do mesmo artista.

T: Que tal el apoyo de Ketzer Records (Germany), Läjä Rex (Brazil), Goatprayer Recs. (UK) para el lanzamiento de su nuevo CD. “Inverted Blood”?

Josh: Todo o material dessa banda faço sob a produção do meu próprio selo Bode Preto Recs., depois de tudo pronto licencio para selos que se interessem. Dessa forma posso manter a qualidade que procuro e ter a liberdade total na produção. A Ketzer Recs. e a Goatprayer Recs. são contatos do Adelson, ele enviou prévias do material durante o processo de produção do disco e eles se interessaram de primeira. A Goatprayer fará tapes e a Ketzer CDs. No Brasil eu tenho contato com a Läjä Recs. que desde o início se mostrou bastante interessada e fará o lançamento em digipack em parceria com a Death Noise Prod.

T: Algun mensaje para los lectores de “The Legion of TchorT” Zine, donde pueden conseguir se puede conseguir su mercancía y que precios y detalles de estas.

Josh: A fonte mais certeira sobre material da banda está no www.bodepreto.com e em breve com os selos citados na entrevista. É uma grande honra pra mim responder essa entrevista pra você e espero poder tocar aí no Perú depois que lançarmos o Inverted Blood!!!!!